Ayurveda, Yoga, Unani, Siddha, Homeopathy, Historical Prospects of Ayurveda, Philosophy of Ayurveda, Basic Principles of Ayurveda, Ayurvedic Anatomy, Ayurveda Surgery, Ayurvedic Physiology, Ayurvedic Pharmacognosy, Ayurvedic Pharmaceuticals, Ayurveda Gynecology & Obstetrics, Ayurvedic Preventive and Social Medicine, Ayurveda Toxicology, Ayurvedic ENT & Ophthalmology, Language of Ayurveda, Science of Aphrodisiac, Gerontology, Psychiatry, Pathology, Poorvaardha, Uttarardha, Historical Prospects of Yoga, Philosophy of Yoga, Basic Principles of Yoga, Anatomy of Yoga, Applied Physiology of Yoga, Yoga Therapy, Yoga Sadhana, Yogic Relaxations and Meditation, Yoga and Rehabilitation, Yoga Asana, Yoga Shatkarma, Yogic Breathing, Yoga and Cultural Synthesis, Ashtanga Yoga, Mudras and Bandhas in Yoga, Loosening Exercise, Yogic Management of Stress for Executives, Personality Development by Yoga, Historical Prospects of Unani, Philosophy of Unani, Basic Principles of Unani, Anatomy of Unani, Applied Physiology of Unani, Unani Research Bio-Statistics and Methodology, Unani Clinical Methods, Principles of treatment & Pathology in Unani, Historical Prospects of Siddha Medicine, Philosophy of Siddha Medicine, Basic Principles of Siddha Medicine, Anatomy of Unani, Applied Physiology of Unani, Siddha Medicine and Surgery, Microbiology and Siddha, Medicinal Botany Siddha, Biochemistry-Siddha Medicine, Siddha Pharmacopea, Siddha Embryology, Siddha-Forensic Medicine and Toxicology, Siddha -Obstetrics and Gynaecology and Paediatric Medicine, Principles of Siddha Pathology including Clinical Pathology, Principles of Pharmacology and Medicinal preparation, Historical Prospects of Homeopathy, Philosophy of Homeopathy, Basic Principles of Homeopathy, Anatomy of Homeopathy, Applied Physiology of Homeopathy, Surgery & Homoeopathic Therapeutics, Homeopathy Pharmacy, Homoeopathic- Pathology, Parasitology, Microbiology, Homeopathy Repertory, Homoeopathic Material Media, Homoeopathic Obstetrics and Gynecology, Organon of Medicine, Organon of Medicine & Homeopathic Philosophy

User Profile

JoanaZanette Jaques

Bio Statement Hortelã E Pimenta Em Itapetininga, SP

Também conhecida como menta, tem aroma muito gostoso e sabor mentolado. Lycium Barbarum ou Goji Berry é uma fruta muito rica em vitamina C, complexo B e também é um alimento antioxidante. consume desta fruta possui inúmeras vantagens, como auxilia na melhora da função gastrointestinal, diminui estresse, aumenta metabolismo, melhora na qualidade do sono, diminui a fadiga e melhora no rendimento hortelã durante as atividades físicas. Por auxiliar na hora do exercício físico acaba influenciando na diminuição do peso corporal. Possui ainda na sua composição ácido graxo linoléico que ajuda na redução da gordura corporal. Um estudo realizado com indíviduos ativos ingerindo 120ml de suco por 15 dias, demostrou que estes apresentaram maior rendimento durante os exercícios físicos.

Como chá de hortelã pimenta promove um intestino mais saudável, as gorduras são digeridas de forma mais rápida e fácil, prevenindo ou reduzindo inchaço, as gases e a má digestão. Isso não ajuda na perda de peso. No entanto, a má digestão deixa você cansado ou desconfortável para se exercitar. Logo, tomar chá de hortelã ajuda a manter sua saúde digestiva em dia para queimar calorias de forma mais rápida e eficiente.

Parta os caroços de pêssego com um martelo e coloque em infusão no álcool (a casca e as amêndoas) por 15 dias. Após esse tempo, junte hortelã pimenta duas xícaras de calda de xarope. Perfume com água de flor de laranjeira. Filtre- e engarrafe- e deixe envelhecer por 3 meses.

No pescoço — Envolver pescoço em pano de 4 a 6 dobras, em­bebido em água fria e cobrir com lã. No lugar de água fria, pode ser chá de eucalipto com pouco sal (frio). Para inflamações das amígda­las, duração até 30 minutos. Quando se usar sal é bom conservar a faixa durante 10 minutos e, após, esfriar. Repetir 3 vezes, terminando com resfriamento (um pano embebido em água fria, passando ligei­ramente sobre a garganta e todo pescoço).

Água Spa - água com hortelã: Sabemos que beber água é essencial para nossa saúde e bem estar. Mas para muitos a água potável tem um sabor muito brando e enfadonho. Adicionar um sabor de hortelã na água é uma boa saída bem fácil para conferir à água uma leve refrescância através de um sabor suave. Basta adicionar algumas folhas de hortelã numa jarra com água fresca.

Cortar ou triturar as ervas e fritar bem. Cuidar para não torrar. Coar e acrescentar 1 copo (250 ml) de óleo de oliva. Agitar continua­mente. Colocar no pote ainda quente. óleo de hortelã contém um composto chamado mentol, que é pensado para ajudar a aliviar os sintomas do IBS através de seus efeitos relaxantes nos músculos do trato digestivo.

A hortelã também é considerada uma erva capaz de promover a melhora do funcionamento do fluxo da bile, ajudando na quebra de moléculas de gordura e, portanto, no controle do colesterol bom (HDL) e do colesterol ruim (LDL). Deixe ferver durante 10 minutos, retire do fogo e deixe esfriar até ficar morno.

Além de ser destaque em muitas receitas culinárias, a hortelã tem uma importância relevante para a saúde, principalmente quando combinada e utilizada em sucos e chás. Dentre suas principais propriedades, podemos destacar os benefícios antiespasmódicos, carminativos, estomáquicos, estimulantes, tônicos e calmantes.

Assim como há atividades terapêuticas, também existem as interações medicamentosas. Então, alertamos nossos leitores que estudos recentes apontam que chá de hortelã-pimenta pode inibir a absorção de ferro no organismo, exigindo uma precaução no consumo por pacientes com anemia e crianças.

Existem várias maneiras de consumi-la: ao natural, como suco, vinho, geléia, sorvete, pudins e em passas. A uva, além de ser ótimo alimento, contém, também, propriedades terapêuticas. É útil como coadjuvante no combate à anemia, fadiga, e em problemas como gota, reumatismo e enfarto. Inúmeras pesquisas mostram que a uva, em seu estado natural, contém muitos mine­rais; fósforo, que ajudam a combater cansaço men­tal e a fadiga; grande quantidade de potássio, útil no tratamento da hipertensão, além de melhorar de­sempenho dos atletas. Contém também cálcio, be­néfico no tratamento da osteoporose, e ferro, que previne a anemia.

A segunda informação é sobre prazo de validade do chá de hortelã. chá de hortelã já preparado deve ser consumido no mesmo dia. chá de hortelã que ainda não está preparado não tem prazo de validade. que pode acontecer é, se produto não for fresco, ele perder as propriedades com passar do tempo, que não vai adiantar consumi-lo para benefícios da saúde. ideal é consumi-lo apenas quando produto é fresco.